domingo, 8 de fevereiro de 2015

Update #1 - Desafio ReadingChallenge2015

Oi, gente! Como vocês estão nesse comecinho de fevereiro? Animados com as voltas as aulas?
Eu estou super animada, primeiros semestres do ano sempre são os melhores, pra mim! Só espero que nesse ano, o segundo também seja! Hahaha.
Hoje vim trazer um pequeno update das leituras do desafio #ReadingChallenge2015, afinal são 50 livros!
Pra não ficar cansativo, a cada começo de mês pretendo postar um update como esse, atualizando vocês a respeito das leituras que fiz e suas categorias correspondentes no desafio.
Tentei aproveitar ao máximo cada momento livre das férias para me adiantar bastante nas leituras, rolou até um read-a-thon pra dar aquela empolgação!
Vem comigo que eu te conto tudo!

O ReadingChallenge é um desafio que requer um pouco de programação, pra quem estuda e/ou trabalha. Aproveitar os meses de férias é uma excelente proposta, e eu aproveitei o máximo que pude. Ao todo, li 9 livros! Porque sei que em fevereiro meu ritmo de leitura é sempre menor, levo um tempo até me adaptar a volta as aulas; e levando em consideração que pra completar o desafio devemos ler pelo menos 4 livros por mês (sendo que em dois meses temos que ler pelo menos 5), fico muito feliz de ter conseguido adiantar um pouquinho na minha meta!
Sem mais delongas, vamos aos livros!

Categoria/item no desafio: 10 (Um Mistério Ou Suspense)
Classificação: ✩✩✩✩ de 5 estrelas

Não estava muito empolgada quando comecei essa leitura, que foi uma das indicações do meu clube de leitura (obrigada, Literary Hurricane!). Mas a verdade é que o livro me prendeu a cada página, e acabei adorando a leitura!
É um suspense deliciosamente escrito e que usa como base um fato extraordinário: um dia, um homem acorda e percebe que começa a ganhar chifres e rabo. Quão legal/bizarro é isso?
A história se desenvolve bem e achei o Ig, o protagonista do livro, curiosamente cativante. Acabei me identificando com muito da personalidade dele e algumas situações que ele acabou enfrentando.
Recomendo a leitura pra quem tem um pezinho do gosto literário lá no mistério e no suspense, um pouquinho de terror também (mas nada ao estilo do Stephen King, graças a Deus! Hahaha).
Estou contando os segundos pra ver a adaptação cinematográfica desse livro, que só pela caracterização do personagem, valeria a pena assistir. Já sei que não vai ser nada fácil ver nosso eterno Harry Potter interpretando o demônio! Hahaha.

Categoria/item no desafio: 5 (Um Livro Com Um Número no Título)
Classificação: ✩✩,✩ de 5 estrelas

Uma das grandes decepções do ano e uma leitura super aguardada, Catch 22 foi a menor pontuação na minha lista de leitura desde Lolita.
Eu tinha altíssimas expectativas sobre essa leitura, que prometia nada mais e nada menos que ser um livro engraçado sobre a Segunda Guerra Mundial. E a verdade é que ele não era nada como eu esperava!
A melhor analogia que consigo pensar pra descrever essa leitura é: o livro é uma mistura de O Guia do Mochileiro das Galáxias com a segunda guerra mundial. A história, em alguns pontos, simplesmente não fazia nenhum sentido, e nem tinha essa intenção. Eu fiquei absolutamente perdida na leitura! Com certeza, é um livro para ser relido: não creio em momento algum que o livro seja ruim, o que atrapalhou mesmo foi a minha expectativa!
De qualquer forma, já vou aproveitar o gancho e puxar esse livro pra outro desafio, Livros & Filmes; que é uma das minhas grandes metas esse ano. O filme é de 1970 e tem a pontuação de 7,2 no IMDb.


Categoria/item no desafio: 36 (Um Livro Ambientado no Ensino Médio)
Classificação: ✩✩✩✩ de 5 estrelas

Esse foi o primeiro livro do read-a-thon YA, e basicamente o primeiro da pilha de livros que tinha vergonha de ainda não ter lido, com tantas e tantas resenhas elogiando. E não me arrependi!
Foi meio chocante sair do gênero WWII e cair diretamente num drama adolescente, mas não tive o menor problema: a escrita da Lauren Oliver me conquistou! Foi o primeiro livro da autora que eu li.
A protagonista, Sam, é uma adolescente típica que vê seu mundo girar por causa de um acontecimento. Depois disso, ela passa a se questionar - e nos levar a questionar também! - o que realmente importa, o que devemos valorizar acima de tudo, os erros que cometemos sempre dando como certo a chance de concertar um dia. A narrativa é tão envolvente que consequentemente nos leva a nos colocar no lugar da Sam e imaginar o que faríamos naquela situação. E o final é aquela lição que chega a dar pra ouvir o tapa mental estalando! Hahaha.
Recomendo com louvores!

Categoria/item no desafio: 3 (Um Livro Que Foi Adaptado Para o Cinema)
Classificação: ✩✩✩✩,✩ de 5 estrelas

Eu até me sentia embaraçada quando me perguntavam se eu já havia lido esse livro, porque gente, virou uma febre. Eu culpava o Ben Affleck, achando que a sensação era o personagem que ele iria interpretar nos cinemas... Hahaha #sabenadainocente
Gente! Que livro ótimo!! Me pegou totalmente de surpresa, comecei a ler esperando tudo, menos essa lindeza de suspense que me prendeu do começo ao fim e me fez virar a madrugada lendo!
A sensação é aquela mais clichê de todas: sabe aquele livro que sempre te faz querer ler a próxima página e descobrir o que acontece? É exatamente assim que me senti!
Uma menção honrosa à personagem feminina construída pela autora; a Amy, que também é protagonista na história e quebra todos os paradigmas e mais alguns. Adorei!
Claro que nem preciso dizer que esse livro também entrou no desafio Livros & Filmes, e achei o filme muito, muito bom! Adorei a atuação do Ben Affleck, mas pra mim quem brilhou mesmo foram as mulheres! Adorei a Rosamund Pike e amei a Carrie Coon como Margo. Recomendo!

Categoria/item no desafio: 41 (Um Livro de Um Autor Que Você Nunca Leu)
Classificação: ✩✩✩✩ de 5 estrelas

Esse livro já chegou quebrando dois records: primeiro, de romance YA feat. drama que gostei, e segundo, de capa "de filme" que é mais bonita que a capa original. Se eu já estava envergonhada de não ter lido Garota Exemplar, quando me perguntavam sobre o Um Dia eu praticamente me escondia debaixo da cadeira! Hahaha.
Tive um certo receio de começar esse livro, porque as expectativas não poderiam estar maiores: Um Dia é o romance YA preferido de muita gente! E nesse caso, posso dizer que sem sombra de dúvidas, não me decepcionei! É um YA "mais adulto" na minha opinião, porque aborda temas mais pesados; mas com uma escrita tão leve que vai te deixar suspirando mesmo assim. Achei o final meio sem sentido, por isso as quatro estrelas, mas ainda sim recomendo com louvor!
O filme é espetacular, apesar das mudanças no roteiro - não assista esperando uma adaptação fiel. Teve gente que odiou, mas eu adorei e recomendo; mas aqui a máxima fica bem clara: o livro é infinitamente melhor do que o filme!

Categoria/item no desafio: 27 (Um Livro Que Você Consegue Ler Em Um Dia)
Classificação: ✩✩✩

Ainda super empolgada no read-a-thon YA, essa leitura quase me fez desistir e encerrar o desafio. Apesar de ter vários pontos positivos, em especial o romance de Nicolas e Suzana (e isso fica bem confuso e meio frustrante, quando vocês entenderem quem é a Suzana). Achei a construção dos personagens um pouco falha, exceto no que diz respeito ao Nicolas: sem sombra de dúvida ele é o homem perfeito!
O que me irritou no livro foi o enredo em si: achei muitas partes, em especial do meio para o final, forçosamente tristes. Achei que o autor se esforçou demais para criar um determinado tipo de emoção nos leitores, e que isso foi perceptível pela leitura. Outro ponto negativo é a ingenuidade de uma das protagonistas, que insistia em não enxergar o óbvio a um ponto que me deu nos nervos! É uma boa leitura de entretenimento, mas fica muito abaixo de Um Dia e Garota Exemplar. Vale a pena mesmo pelo romance super fofo!
Ainda não assisti a esse filme, mas espero assistir logo pra não deixar acumular a já imensa lista do desafio Livros & Filmes.

Categoria/item no desafio: 24 (Um Livro Escolhido Apenas Pela Capa)
Classificação: ✩✩✩✩ de 5 estrelas

Esse livro é um dos que eu mais vejo no instagram desde a febre de A Culpa É Das Estrelas, é praticamente um modelo fotográfico! Hahaha. E eu até concordo: a capa é mesmo linda!
É uma delícia  escrita da Rainbow, de alguma forma ela torna os personagens absolutamente reais; achei impossível não me identificar com a Cath! Algumas situações que ela enfrentou como caloura me trouxeram boas lembranças do meu tempo de primeiranista na faculdade. O que mais me conquistou nesse livro foi o romance: é uma fofura só, e ainda sim, não se torna o centro  da história: ficamos totalmente envolvidas na relação da Cath com sua família, os amigos e seu amor irrestrito por uma série de livros. Vou absolutamente ficar de olho nessa autora e não vejo a hora de ler outros livros dela!
O único ponto desfavorável é unicamente pessoal: o livro aborda muito o universo das fanfics, do qual eu pessoalmente não me identifico. Eu já lia há muitos alguns anos quando Harry Potter foi lançado, e por conta disso, não participei de muitas coisas que o enredo de Fangirl traz. Ainda sim, amei a leitura! Ia mergulhar em seguida em Eleanor & Park, mas o tio Gaiman não deixou ;)

Categoria/item no desafio: 20 (Um Livro Que Está Lá Embaixo Na Lista de Leitura)
Classificação: ✩✩✩✩,✩ de 5 estrelas

Essa leitura foi minha segunda experiência com os livros do Neil Gaiman e só posso dizer que foi absolutamente espetacular! Se tornou o meu livro preferido dele até agora e tive que conter a custo a ansiedade de ler a continuação (Filhos de Anansi) logo em seguida. O difícil mesmo é explicar o que eu senti sobre esse livro! Hahaha.
Bom, posso dizer que entendi porque Deuses Americanos muitas vezes é citado como "livro mais obscuro de Neil Gaiman" e é o menos favorito de muita gente: o enredo é uma confusão, repleto de mudanças que te levam do romance para o suspense, do drama para a ação, em poucas páginas. Mas isso foi o que mais me fez adorar a leitura, quanto mais eu lia, mais queria ler! Tédio não existe nesse livro, e no final, estava tão bom que comecei a ler menos para que o livro durasse mais! Hahaha. 
Recomendo a leitura, com essas ressalvas. Se você conhece sobre mitologia em geral e mitologia grega em particular, tem grandes chances de adorar esse livro!

Livro: Diário de Guadalcanal - Richard Tregaskis
Categoria/item no desafio: 42 (Um Livro Que Você Tem, Mas Nunca Leu)
Classificação: ✩✩✩✩✩ de 5 estrelas

Depois de tantos romances, eu já estava meio que em abstinência literária de um bom livro do tema WWII. Esse livro foi uma das minhas compras de Natal e me joguei na leitura, como brinde eliminando mais um da pilha de livros não lidos da minha estante. E gente, como eu adorei esse livro - não lia um jornalismo de guerra tão bom desde Hiroshima! Se você gosta do tema, pode se jogar sem medo, é uma leitura muito gostosa, escrito assim como se fosse um diário de alguém que você conhece; fiquei fã da escrita do autor e já estou procurando mais obras dele!
O livro aborda o dia da invasão da ilha de Guadalcanal, e infelizmente não descreve toda a invasão (o autor estava ocupado indo lutar em outras frentes de batalha, sabe como é), e incrivelmente deixa aquele gostinho de quero mais. Adorei a leitura!
Acreditem ou não, também existe um filme baseado no livro - "Caçada ao Outubro Vermelho", que ainda não vi por motivos de: estava revendo Platoon pela milésima vez. O que posso dizer? É um clássico! Hahaha

Ufaa! Essas foram as leituras de Janeiro, e fiquei feliz: foram 9 livros no total! \o/
Pode parecer muito, mas na verdade não é, afinal, estou de férias e nem todos os meses vou ter todo esse tempo disponível pra ler - o que significa que tenho que me adiantar no desafio o máximo que puder! Isso sem contar os livros do meu Clube de Leitura (pra quem quiser conhecer, é só clicar no selinho do Literary Hurricane aí do lado) e os 15 Livros Para 2015. É muito livro, gente! Hahaha. E vocês, como foram? Vamos bater um papo aí nos comentários xD
Bjos & Até Mais!