domingo, 6 de setembro de 2015

Update #7 - Reading Challenge [Leituras de Agosto]

Oi, gente!
Nem vou perguntar como vocês estão, afinal domingo véspera de feriado, com certeza está todo mundo feliz, descansando e lendo bastante, certo? xD
É oficial: o mês mais longo do ano acabou! Agosto, que parece ter cem dias ao invés de trinta e um, foi um mês de muitas leituras pra mim, ressaca literária, update no meu desafio de leitura anual e muita coisa boa!
Também foi um excelente mês para colocar em dia todos os meus desafios - que como vocês sabem, não são poucos - e de extrema felicidade: até o desafio Livros & Filmes saiu do atraso e está uma lindeza!
Vem comigo que eu te conto ;)

Quem me acompanha pelo Goodreads ou pelo twitter já sabe: atualizei meu desafio pessoal de leituras desse ano. Em 2014, consegui ler 86 livros, seis a mais que a minha meta, e com toda a loucura do Reading Challenge, decidi arriscar ainda mais e me propus a ler 100 livros esse ano. Apesar de extramente ambicioso, é um plano até modesto se levarmos em consideração a minha assustadora lista de livros para ler! Hahaha.
No total, consegui ler a incrível marca de oito livros nesse mês:

Livro: A Vida, o Universo e Tudo Mais - Douglas Adams (O Guia dos Mochileiro das Galáxias #3)
Desafio: Livros não lidos da estante

Já contei pra vocês que estou relendo a série O Guia dos Mochileiros da Galáxia, pelo simples motivo de que sempre leio o livro quando compro meu próprio exemplar. E também porque a série é imensamente divertida e uma das minhas favoritas da vida!
Fora o primeiro volume, "A Vida, o Universo e Tudo Mais" é o meu favorito! O humor nonsense do Douglas Adams estava mais do que afinado e ao contrário de muitas outras séries, o enredo não apenas uma ponte para o próximo livro, até porque a série não tem uma cronologia muito exata.
De todos os personagens da série, o meu preferido é o Arthur, e nesse livro a história engloba alguns acontecimentos que tornam o personagem ainda mais especial pra mim. Pretendo fazer uma resenha em breve de toda a série, englobando também o filme - que assisti para o desafio Livros & Filmes e que é uma lindeza. Por enquanto, volto a afirmar: o comentário geral de que só o primeiro livro é bom é mentira. Leiam a série!


Livro: O Paciente Inglês - Michael Ondaatje

Sim, que comece a zoação: eu sou apaixonada pelo filme O Paciente Inglês, de '97. E claro, eu simplesmente tinha que ler o livro! Mas, já prevendo a ressaca literária, adiei a leitura por quase um ano - comprei meu exemplar na Bienal do Livro do ano passado! - e só mesmo colocando no desafio pra me encher de coragem e ler.
Espantosamente, não tive nenhuma ressaca, muito pelo contrário: devorei o livro no máximo que minha leitura poupada permitia, porque é muito, muito bom! 
Não é segredo pra ninguém nessa Terra que eu sou apaixonada pelo tema Segunda Guerra Mundial, e em O Paciente Inglês o autor trás uma abordagem psicológica da guerra que é simplesmente fascinante, e que obviamente, o filme totalmente romanceado nem sequer cita.
Antes de começar a leitura, tinha em mente rever o filme assim que terminasse, mas cheguei a conclusão de que não valia a pena: o livro é infinitamente melhor. Como sempre.


Livro: No Caminho de Swann - Marcel Proust
Categoria: 46 (Um Livro De Um Autor Que Tenha Suas Iniciais)

Buscando eliminar dois problemas ao mesmo tempo (a dificuldade em encontrar um autor com as minhas iniciais e um dos livros do desafio Gilmore Girls) acabei escolhendo Em Busca do Tempo Perdido para essa leitura, e gente do céu. Que sofrimento.
Foi uma das leituras mais difíceis do ano, até agora. A linguagem do autor e as descrições intermináveis, tanto as completamente descabidas quanto as realmente interessantes, tornaram o ritmo de leitura mais lento que uma tartaruga manca. Eu simplesmente não conseguia avançar. Minha meta diária de 80/100 páginas por dia caiu pra 60, depois pra 50; e eu ficando cada vez atrasada com as leituras. Pensei em desistir, mas se não esse prazer nem para o Nabokov, de jeito nenhum que eu daria esse gosto para o Proust. E assim, penosos e longos 18 dias depois, terminei o livro. E ganhei uma mega ressaca literária, não pela escrita do autor, mas pela dúvida de não saber se ainda não evoluí o suficiente para gostar de Proust ou se o estilo do autor não é mesmo para mim... Ainda não descobri a resposta.

Livro: O Teatro do Bem e do Mal - Eduardo Galeano
Categoria: 28 (Um Livro Com Antônimos No Título)

Depois do meu fiasco com o Entre o Agora e o Sempre (que pensei que não tinha lido, mas já tinha) finalmente escolhi um livro verdadeiramente não lido e me joguei na leitura, ainda com a ressaca literária batendo forte, mas determinada a superá-la. Esse livro foi o sopro de ar novo literário que eu tanto precisava.
Vocês sabem que não leio sinopses e evito resenhas, mas o que vocês não sabem é o quanto tenho sorte em alguns casos: sem saber, acabei escolhendo um livro de contos! Uma ótima pedida para superar ressaca literária: fica a dica ;)
É um livro que tinha tudo para ser chato: o tema geral é política, e pior ainda, política da América Latina. Mas, pasmem, é um livro tão deliciosamente de ler que fiz questão de anunciar no Twitter: leiam esse livro imediatamente! Hahaha.
Dei muitas gargalhadas com esse livro, me emocionei com algumas lembranças que ele traz e me esbaldei no humor ácido, sarcástico e irônico do autor - meu tipo de humor preferido. 
É um livro bem curtinho, vale a pena ler de uma só vez e eu sei que dá medo de ser entediado até a morte pela política, mas confiem em mim: vale muitíssimo a pena.

Livro: 24 Contos de F. Scott Fitzgerald - F. Scott Fitzgerald
Desafio: Escolha do mês do Literary Hurricane

Fiquei bastante apreensiva quando a galera do Clubinho Literário escolheu esse livro para agosto: tive muitos problemas com Scott Fitzgerald e até falei sobre isso no TOP 5 Releituras Necessárias. Não estava a fim de duas ressacas literárias no mesmo mês, ainda mais com as leituras em atraso, e fiquei mais do que aliviada assim que terminei o primeiro conto: logo vi que eu e o Scott íamos nos dar super bem - e eu estava certa.
Nem todos os contos são maravilhosamente espetaculares, mas alguns são e isso fez o livro todo valer a pena. Apesar de ter quase quinhentas páginas, terminei a leitura em cinco dias (toma essa, Proust) e estava decididamente encantada. Se não estivesse fazendo o Reading Challenge, releria O Grande Gatsby assim que fechei o livro, mas fica para uma próxima oportunidade: 2015 decididamente não é ano para releituras em excesso.
Alguns dos meus contos preferidos foram: "Berenice Corta o Cabelo", "Os Nadadores" e "O Diamante do Tamanho do Ritz". Engraçado, divertido e deliciosamente lido!


Livro: O Homem Que Ouve Cavalos - Monty Roberts
Desafio: Indicações literárias praticamente obrigatórias

Totalmente fora da programação, esse livro surgiu na minha vida pelas mãos de um cliente do local onde trabalho, que chegou com o livro debaixo do braço e me disse: "Você tem que ler esse livro imediatamente!" e corajosamente me emprestou o exemplar.
Já tinha visto várias entrevistas com o Monty Roberts, o "encantador de cavalos"; mas mesmo que não tivesse, daria uma chance: meu mais novo amigo literário elogiou tanto o livro que eu não poderia deixar de ler.
E já anuncio, a quem interessar possa: o livro é espetacular. Sou suspeita no assunto, porque sou apaixonada por cavalos (apesar de montar pouco e mal, ainda por cima) e abomino qualquer tipo de crueldade. A forma com que Monty fala dos cavalos é uma das coisas mais lindas que eu já li na vida.
Confesso que por livre escolha jamais pegaria esse livro, mas vocês não tem ideia do quanto foi uma leitura comovente. Ao meu mais novo amigo literário, muito obrigada pela indicação e pelo empréstimo! E a todos vocês: deem uma chance a essa auto biografia, porque juro juradinho, é uma lindeza!

Livro: Laranja Mecânica - Anthony Burgess
Categoria: 35 (Um Livro Ambientado no Futuro)

Alguns clássicos não lidos dão uma vontade enorme de esconder debaixo da mesa, quando alguém pergunta se você já leu. Um dos que mais me obrigava a fazer isso era Laranja Mecânica, porque até quem nem gosta tanto assim de ler, leu e adorou. Finalmente posso anunciar ao mundo que li! Se gostei ou não, já é outra história: acho que é um livro que preciso reler...
Essa minha mania de ler um livro totalmente as cegas as vezes acaba me colocando em problemas, e acho que esse foi o caso. Eu não fazia a menor ideia de que precisaria de um dicionário - no caso, um glossário - e de que as emoções que o livro despertam ficam todas flutuando ao seu redor, enquanto a leitura avança. É um livro para explodir cérebros, e o meu foi explodido, com certeza. 
Ainda não vi o filme, mas espero ver em breve e quem sabe, entender melhor. Mas, considerei que o objetivo do autor, mais do que ser entendido, é ser sentido, e isso para mim não foi problema: classifiquei o livro com quatro estrelas e sim, pretendo mesmo ler de novo.

Livro: Pollyanna - Eleanor H. Porter
Categoria: 33 (Um Livro Da Sua Infância)

Uma das escolhas mais fáceis do desafio, e uma das melhores releituras do ano até agora, sem contar a imensa lindeza e fofura do filme, que já tem resenha no forno e deve ser publicada em breve, nesse Mari The Reader perto de você.
Pollyanna é com certeza um livro da minha infância, e devo ter lido mais de dez vezes durante a adolescência. Assim como muitos livros "infanto-juvenis", ele passa uma mensagem diferente a cada leitor, e a cada releitura é possível perceber uma camada diferente de profundidade.
Sempre fui muito mais ligada a essa obra do que ao Pequeno Príncipe, pelo que representou pra mim como leitora: foi um dos primeiros livros que me deixou claro que eu era uma leitora ávida e que gostava mesmo de livros (já que na época, minha paixão eram os quadrinhos).
Não preciso me estender muito, mas quero deixar a dica: leia Pollyanna, mesmo que já for um adulto e que nunca tenha lido; conheça você também O Jogo do Contente e seja um leitor feliz e realizado depois dessa leitura rápida e apaixonante!


E essas foram as minhas leituras de Agosto! Quero saber o que vocês leram e como estão na programação de leituras desse ano; vamos bater um papo nos comentários! ;)
Bjos & Até a Próxima!

p.s: Resumindo o mês em um gif: