domingo, 26 de julho de 2015

Update #5 - Reading Challenge [Leituras de Junho]

Oi, gente!
Hoje venho trazer o update do Reading Challenge e falar um pouquinho das leituras do mês de junho - a desse mês deve estar por aqui em breve!
Como vocês sabem, também tenho outros desafios além do RC, como 15 Livros Para 2015 e o Livros & Filmes. Também tenho alguns livros não lidos na estante que acabam entrando na minha TBR do mês, e este post trás uma mistura de todos esses updates. 
Ainda me adaptando a correria que se tornou minha vida, não fiz tantas leituras em junho quanto gostaria. Mas, provando novamente que quantidade não é qualidade, tive a oportunidade de ler livros que se tornaram favoritos da vida 
Vem comigo saber mais! ;)

Livro: Na Natureza Selvagem - Jon Krakauer
Desafio: Livros & Filmes

Depois de anos e anos adiando essa leitura, já prevendo o impacto emocional que ela me causaria, finalmente me rendi e gente do céu, esse livro é espetacularmente maravilhoso, simplesmente. A história do Chris McCandler me comoveu desde as primeiras linhas, especialmente por me identificar com tantos aspectos da personalidade dele. Sei bem que o amor por Na Natureza Selvagem não é universal e que muitos consideram o Chris como um "pobre menino rico" que fez uma coisa extremamente estúpida, e até consigo entender esse ponto de vista. Mas, para mim , o enredo prende do começo ao fim.
Ri, chorei, e no geral me emocionei muito com a história. Apesar de discordar veementemente com algumas opiniões do autor, adorei a escrita fluida e harmoniosa do Jon Krakauer; e ao contrário dele, considero toda a tragédia apenas um acidente, que pode acontecer - como já aconteceu - com outras pessoas, e não apenas com o Chris, por ele ser como era. Se você adora livros de histórias reais e não tem problemas com o surgimento inesperado de ninjas cortadores de cebola, pare tudo imediatamente e leia Na Natureza Selvagem! 

Livro: Histórias Perdidas - John Flanagan
Desafio: Séries Inacabadas

Comecei a série Rangers a mais de dois anos atrás, e venho me enrolando para finalizá-la, simplesmente por que é muito boa e eu não quero que acabe! Hahaha. Mas, faltando apenas dois livros, não tive outro jeito a não ser me jogar nessa leitura.
Assim como os outros dez livros da série, Histórias Perdidas foi deliciosamente adorável de ler: engraçado, leve, mas também com muita ação e aventura. Mesmo poupando a leitura ao máximo não consegui levar mais de três dias para finalizá-la, por que além da escrita maravilhosa do John Flanagan, o livro é dividido em contos, o que tornou ainda mais fácil de ser lido.
Outro ponto super positivo do livro é que aborda histórias - ou contos, se você preferir - de todos os personagens relevantes na história, e não apenas do Will, nosso amado arqueiro protagonista. E mesmo sendo um livro de contos, conseguiu dar um bom andamento no enredo geral e preparar os leitores para a triste despedida, já que o décimo segundo livro, O Arqueiro do Rei, é o último da série. Nem preciso dizer o quanto estou ansiosa pra saber como o autor encerrou essa série lindeza!


Livro: Os Elefantes Não Esquecem - Agatha Christie (releitura)
Desafio: Leitura do Mês do Literary Hurricane

Com tantos desafios e essa lista enorme de leituras desejadas, normalmente não faço releituras quando a escolha do mês do meu Clube Literário virtual é alguma obra que já li. Mas, claro que Agatha Christie é uma exceção à regra, afinal ela é uma das minhas autoras favoritas da vida! E como vocês sabem pelo TOP 5 Agatha Christie, esse é um dos meus livros preferidos dela. Me joguei na releitura, sim ou claro? xD
Há quem diga que a releitura de um livro de mistério é duplamente sem graça, já que para o leitor, não existe o suspense. Mas, eu discordo: me diverti imensamente na releitura de Os Elefantes Não Esquecem! Sou especialmente apegada a Hercule Poirot e ele está mais do espetacular nesse livro, e o enredo conter uma escritora como protagonista é algo que sempre me encantou - e que nunca encontrei em nenhum outro livro.
Se você, querido leitor, ainda não leu nenhuma das obras dela, e não sabe por onde começar, eis uma boa indicação. Costumo dizer que quem não gostar de Os Elefantes Não Esquecem e Um Brinde de Cianureto estão perdendo uma das melhores experiências literárias da vida!

Livro: Persépolis - Marjane Satrapi
Desafio: Reading Challenge
Categoria: 40 (Uma Graphic Novel)

Comecei essa leitura sem saber muito bem o que esperar, mas muito ansiosa - vários blogs e vlogs que sigo indicaram esse livro. Acabou sendo uma das leituras mais rápidas do ano e um dos livros favoritos da vida - me apaixonei pela história!
Por abordar um tema que eu nunca tinha lido - a revolução cultural Iraniana, de 1980 a 1987 - fiquei fascinada com a história, do começo ao fim. Se você também já se perguntou como e por que um país passa de culturalmente significante a um país de religião tão radical como o Islã xiita, leia Persépolis. 
Também me encantei com a história de vida da protagonista, que nos conta como enfrentou fases conturbadas em seu país durante sua infância e adolescência. Me identifiquei especialmente com a narrativa que ela trás de quando, após se mudar para a Europa para estudar, voltou ao seu país para rever a família. Acho que todos nós, ocidentais, sentiríamos o mesmo!
Os traços dessa graphic novel são uma lindeza, e eu adorei as cores e os desenhos de contraste em preto e branco. Fica aqui minha humilde recomendação: se tiverem a chance, leiam!


Livro: O Amor nos Tempos do Cólera - Gabriel García Marquez
Desafio: Reading Challenge
Categoria: 30 (Um Livro Lançado No Ano Em Que Você Nasceu)

Meu primeiro livro do Gabo, e devo me juntar ao coro: é muito amor, gente! Não sabia muito o que esperar, por que minha experiência com clássicos me ensinou que eles sempre podem surpreender - que o diga Charles Dickens!
A linguagem um pouco floreada foi a única caraterística que se manteve, por que a escrita do autor é algo que nunca tinha lido antes. Apaixonante e viciante, com aquele tipo de enredo que te faz ficar pensando por horas depois de fechar o que livro: "E agora, o que vai acontecer?". Já tinha um bom tempo que eu não lia algo assim e me encantei! 
É um romance lindo, fora dos padrões, que também trás aventura, drama e muita emoção. Se chorei no final, sim ou claro? Hahaha.
Ainda não li nenhuma outra obra do autor, mas me encantei tanto que não vejo a hora de começar Cem Anos de Solidão, que está nos livros não lidos da estante, apenas aguardando uma oportunidade.
Se você, assim como eu, ainda não conhece as obras do Gabo, agora posso dizer sem medo: arrisque-se na leitura sem medo de ser feliz!

E foram essas as minhas leituras de junho! Gostaria de ter lido mais, mas reconhecendo o tempo curto que tive, fico feliz que tenha conseguido ler cinco livros! A média de um livro por semana, apesar de mais baixa que meu habitual, considero plenamente satisfatória! 
Aproveitando pra deixar mais algumas dicas pra vocês nesse glorioso domingo de preguiça, indico dois filmes. O primeiro é a animação baseada em Persépolis, de 2007, vencedora do Festival de Cannes; que reproduziu toda a lindeza das ilustrações em contraste preto e branco do livro, como vocês podem ver no trailer abaixo (em inglês):


A outra indicação é o filme O Amor nos Tempos do Cólera, também de 2007, que conta com Fernanda Montenegro, Liev Schreiber e Javier Barden e trilha sonora feita pela Shakira especialmente para o filme, além de nota 6,4 no IMDb. Essa lindeza já me conquistou pelo trailer, que vocês podem conferir abaixo, legendado em português:



Vou ficando por aqui, desejando a vocês um excelente domingo de descanso e uma semana maravilhosamente produtiva, e claro, cheia de boas leituras!
Bjos & Até a Próxima ;)