quinta-feira, 4 de junho de 2015

Update #4 - Desafio Reading Challenge [Leituras de Maio]

Bom dia!
Acreditem ou não, maio já acabou e estamos na metade do ano, e hoje é dia do post das leituras do mês \o/
Consegui manter o ritmo de leitura excelente do mês passado, o inverno pra mim é sempre a melhor época de leitura. Meu passatempo preferido é acordar bem cedo e ler um pouco, debaixo do cobertor e com um café bem quentinho, como vocês já devem ter percebido pelo instagram.
Pra ficar ainda melhor, também consegui colocar em dia a leitura de Deadpool, o que me deixou extra feliz porque são muuuuitas HQ's! O plano é conseguir ler todas antes do lançamento do filme, ano que vem ;)


Livro: Extraordinário - J. R. Palácio
Categoria/Item no Desafio: 11 (Um Livro Com Uma Única Palavra no Título)
Classificação: ☆☆☆☆☆ de 5 estrelas

Finalmente tive a oportunidade de ler esse livro, e gente, que fofura! Não esperei gostar tanto de um YA e jamais me passou pela cabeça encontrar um livro cinco estrelas com essa leitura, mas a verdade é que o livro é super cativante. Bem escrito, sem dramas desnecessários, com personagens mais reais e um enredo de encher o coração. A história também significou muito pra mim, pessoalmente, por que sou estudante de Fisioterapia; e muitas coisas que o August passou eu já vi acontecerem, infelizmente, e não só com crianças: adultos, idosos, mulheres, homens. A sociedade não aceita bem as pessoas diferentes e o livro nos mostra isso de forma espetacular.
Também me identifiquei bastante com a Via (Olívia), irmã do Auggie; pra mim foi a melhor personagem do livro.
Se você anda fugindo dos livros do gênero, esse posso indicar sem medo: leia. Vale a pena pela história e por cada tapa mental! Espere algumas risadas e algumas lágrimas também, o que pra mim é receita para o sucesso ;)


Categoria/Item no Desafio: 9 (Um Livro Escrito Por Uma Mulher)
Classificação: ☆☆☆☆☆ de 5 estrelas + FAVORITO

Continuando as leituras surpreendentes do mês, parti para um dos mais aguardados da minha lista de leitura: Passarinha. E vou confessar logo de cara que o que me chamou atenção nesse livro de primeira foi a capa: gente, que capa linda! <3
Como vocês sabem, eu não gosto de ver/ler resenhas antes de ter lido e formado minha própria opinião; e por isso eu comecei essa leitura sem saber absolutamente nada do enredo. E acho que isso valeu super a pena, portanto, se você ainda não leu e pretende, fuja das resenhas e das sinopses! E também vale a dica de ter lido "O Sol É Para Todos", da Harper Lee, pelo simples motivo de que torna a leitura ainda mais linda!
Se você já leu, vem bater um papo comigo na resenha do livro que deve sair em breve. Estrelinhas a mais pela diagramação impecável da editora, que nesse livro é especialmente relevante - e deve ter dado um super trabalho.
Não sei por que ninguém ainda pensou em adaptar Passarinha para o cinema, mas hey Hollywood, eis aqui um enredo espetacular que pode se tornar um filme maravilhoso!


Livro: Eu Sou Malala - Malala Yousafzai
Categoria/Item no Desafio: 6 (Um Livro Escrito Por Alguém Com Menos de 30 Anos)
Classificação: ☆☆☆☆☆ de 5 estrelas

Unindo três objetivos em comum (a categoria 6 do Reading Challenge, um dos 15 Livros Para 2015 e minha intenção de continuar a ler biografias) me joguei na leitura de Eu Sou Malala. Foi uma leitura tão intensa que é difícil colocar em palavras, mas gente, leiam. Sério.
É quase inacreditável pra mim que as coisas pelas quais essa menina passou ainda estão acontecendo. Que ela foi ameaçada, junto com toda a sua família, por querer estudar. Que ela tenha sido atacada dentro de um ônibus escolar, cercadas de outras meninas da idade dela. E que foi obrigada a deixar a sua casa, sua família, seus amigos e seu país, por defender o direito básico de todo ser humano: a educação.
Em outro aspecto da história também me vi fascinada: como os extremistas religiosos conseguiram conquistar tantos países? Se você também se pergunta, esse livro tem a resposta. Mas já aviso de antemão: é uma resposta triste e amedrontadora, por que deixa bem claro que não é só os países árabes que estão em risco, é o mundo inteiro. E o inimigo não é a religião... é a ignorância.

Categoria/Item no Desafio: 13 (Um Livro Ambientado Em Outro País)
Classificação: ☆☆☆☆ de 5 estrelas

Esse livro foi a escolha do mês do Literary Hurricane, o clube de leitura mais legal do universo. Gostei bastante da palestra da Chimamanda no TEDxTalks (que acabou se tornando livro), mas confesso que não estava com esse livro na minha lista de leitura. Bem, é pra isso que servem Clubes de Leitura: abrir os horizontes do mundo literário.
O livro é uma fofura. Um pouquinho denso, mas na medida certa, e um enredo espetacular. Me identifiquei bastante com a Ifemelu (a protagonista) quando ela nos conta sobre o "american dream", sobre a tendência pavorosa de achar que qualquer país é melhor, mais bonito e perfeito que o nosso; sem valorizar o que temos, e ao mesmo tempo; sem estar cega aos problemas políticos e sociais que nos esforçamos tanto para não ver.
Nem precisa dizer que vale a pena, não é? Apenas tenha em mente que a leitura pode ser um pouco mais lenta do que você espera para um livro de ficção.


Categoria/Item no Desafio: 32 (Uma Trilogia)
Classificação: ☆☆☆☆ de 5 estrelas

Uma das escolhas mais difíceis do desafio até agora, e eu fico aliviada de ter escolhido bem. O enredo é extremamente rico e bem desenvolvido; tem fantasia, tem ação, tem romance, tem de tudo. Mergulhei na leitura e li um atrás do outro, simplesmente não conseguia parar! O final é espetacular e não deixa nada a desejar. Ainda estou decidindo se faço ou não uma resenha, mas fica aqui a recomendação!

Categoria/Item no Desafio: 34 (Um Livro Com Um Triângulo Amoroso)
Classificação: ☆☆☆ de 5 estrelas

De longe o livro mais fraco do mês, mas ainda sim, uma boa leitura de entretenimento. Achei muito "mais do mesmo", o enredo não traz nada de novo e cabe direitinho no molde do gênero de jovem adulto contemporâneo: romance, drama adolescente, romance adolescente, um segredo ~meu-Deus-que-mistério~, um final clichê.
Pelo bem da honestidade devo dizer que sim, chorei no final; mas choro até em propaganda de talco para bebê, então não sei se isso vale alguma coisa.
Acho que me relacionei bem com o livro por dois motivos: o primeiro, é que ele é baseado em uma pessoa real (um jovem chamado Matt Quaife), e tem algumas características que eu me relaciono diretamente na minha graduação (que como vocês já sabem, é Fisioterapia). Vou parar por aqui por que um spoiler pode literalmente estragar a experiência de leitura, então, se você pretende ler esse livro, fuja das resenhas!
A única dúvida que me assombra é por que esse livro ainda não virou filme, sinceramente, acho que é só questão de tempo.

Categoria/Item no Desafio: 21 (Um Livro Que Sua Mãe Ama)
Classificação: ☆☆☆☆☆ de 5 estrelas

Minha mãe me indicou uns seis livros diferentes (dúvida: porque mãe nunca consegue dar uma resposta só para uma pergunta direta? HAHAHA) e acabei escolhendo esse, por que comecei a ler na escola e não terminei (não me lembro porque).
E gente. GENTE. Sem palavras para a lindeza. É simplesmente um dos livros mais lindos que eu já vi na minha vida. A história é tão bem escrita que dá gosto virar a página, e quanto aos personagens, mais reais e relacionáveis, impossível!
Gargalhei alto e chorei com direito a soluços, por que é lindo demais. Tentei algumas vezes escrever uma resenha a respeito, mas como não consegui me expressar muito bem, fica aqui meu pequeno review no goodreads.
Estrelinhas brilhantes para essa edição linda que pretendo comprar em breve, já que a edição da minha mãe está literalmente caindo aos pedaços.
Acho que vou precisar fazer um update em breve do TOP 5 Livros Brasileiros...



Categoria/Item no Desafio: 23 (Um Livro Lançado a Mais de Cem Anos)
Classificação: ☆☆☆☆☆ de 5 estrelas

Esse também estava na lista de 15 Livros Para 2015, e coube como uma luva nessa categoria do Reading Challenge, já que ele foi publicado pela primeira vez em 1876 e esse ano completou 139 anos de idade.
Tinha altíssimas expectativas quanto a esse livro desde a leitura da biografia do autor (que já tem resenha no blog e vocês podem ler nesse link). E graças a Nossa Senhora da Literatura, não me decepcionei nem um pouquinho, muito pelo contrário, aliás!
É um clássico e é divertido. É um livro para crianças em que os adultos se divertem. Tem um enredo que ao mesmo tempo nos transporta para o passado conhecido (nossa própria infância) e desconhecido (o período da escravidão). Mais recomendado, impossível!
Vale lembrar que para quem ainda não leu as obras mais famosas de Mark Twain, esse livro vem cronologicamente primeiro que "As Aventuras de Huckleberry Finn", e que os livros são na verdade quatro e não apenas os dois (para saber mais, é só clicar aqui pra ver no goodreads). De qualquer forma, fica a dica: leiam!

Saldo Atual: Dos 52 livros do desafio, li 30 no total até agora e faltam 20 para ler até o final do ano. Estou super feliz e empolgada e espero conseguir manter o ritmo nesse segundo semestre, que tem tudo pra ser muito mais corrido que o primeiro. Tenho toda a intensão de vencer esse desafio! \o/



Outras Leituras

Também li esse mês "Clint Eastwood: Nada Censurado", do Marc Eliot; "A Velocidade da Luz", de Javier Cercas (ambos para o desafio dos 15 Livros Para 2015) e "Livre", de Cheryl Strayed (por que queria muito ver o filme). Também consegui ler a meta mensal de 22 HQ's do Deadpool para o objetivo de terminar pelo menos as histórias principais antes do lançamento do filme. É muita coisa pra ler, mas aaah, como eu me divirto! Hahaha. Só espero conseguir manter até o final das 186 HQ's!
Bem pessoal, por hoje é isso. Me contem aí nos comentários como foram as leituras de vocês esse mês, e faço questão de finalizar esse post com algumas imagens mais legais do Mercenário Tagarela que mora no meu coração!
Bjos & Até a Próxima ;)



❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤