quarta-feira, 29 de abril de 2015

[Resenha] Trilogia Bourne - Robert Ludlum (Livros & Filmes)

Oi, gente!
Como estão nessa quarta-feira?  Por aqui tudo ótimo, fora o tempo maluco que não decide se é inverno ou se é verão!
Hoje vim falar sobre uma das minhas trilogias preferidas da vida: a trilogia Bourne 
Tive a oportunidade de ler no ano passado e como já era fã dos filmes (que assisti primeiro), fiquei ainda mais fã dos livros!
Se você também é fã dos filmes, acredite em mim: os livros são ainda melhores. A ação e o desenvolvimento da história no livro é mais detalhada e bem trabalhada, o enredo é eletrizante e o resultado disso tudo é deixar o leitor maravilhado, ansioso pra virar a próxima página e viciado na adrenalina do mundo de Jason Bourne!
Vem comigo que eu te conto tudo ;)


Antes de começarmos, queria esclarecer que Bourne não é uma trilogia, e sim uma série com 12 livros (!!); porém no 4º volume o autor Eric Van Lustbater substituiu Robert Ludlum. Muitos fãs da série simplesmente não consideram o restante dos livros, por que infelizmente o Lustbater não conseguiu capturar o ritmo alucinante de Robert Ludlum; e também porque o final do terceiro livro é plenamente satisfatório, já que os três primeiros formam um 'arco fechado' entre Bourne e seu maior inimigo, o Chacal (embora tenha inúmeras tramas que podem ser retiradas da trilogia inicial, como na realidade foram).
Apesar disso, eu gostaria de ler o quarto livro, principalmente por causa do filme, que tem como protagonista um dos meus atores preferidos (Jeremy Renner), mas antes vou ter que melhorar meu inglês já que os três primeiros volumes são os únicos publicados no Brasil.
Como se trata de uma trama de espionagem, as resenhas não trarão informações em excesso, especialmente no segundo e terceiro volumes, por motivos de: spoilers! Como vocês sabem, eu detesto spoilers, portanto fiquem tranquilos: nada de spoilers no Mari The Reader! :D
Esclarecido esses "pequenos" detalhes, vamos as resenhas!

1 - A Identidade Bourne - Robert Ludlum
Filme: A Identidade Bourne (2002)
Nota IMDb: 7,9

Após um pequeno prefacil de notícias aparentemente aleatórias, o livro começa narrando o resgate de um homem em alto mar, exatamente como no filme. Ele não se lembra de nada, não sabe seu próprio nome nem como veio parar em alto mar, boiando em um colete salva vidas, com o corpo crivado de balas e um chip no quadril com os números de uma conta em um banco suíço. Perseguindo sua única pista com o seu passado, Bourne vai para a Suíça, apenas para descobrir que é um dos homens mais procurados do mundo. Enquanto foge de todos os órgãos de justiça possíveis, ele tenta se lembrar de quem é e de porque está sendo perseguido; alguns flashes na memória aparecem de forma aleatória e ele não consegue ver nada que o ajude a compreender sua história.
Porém, as semelhanças no livro e nos filmes param por aí. No livro, Bourne enfrenta um inimigo tão letal quanto ele, o famoso Chacal, e a organização Tradstone (que criou Bourne) o "ajuda" nessa caçada, embora ninguém confie nele (eu me pergunto porque, afinal um assassino treinado com amnésia não pode ser assim tão perigoso, né... hahaha). Na medida em que recupera partes de sua memória, Jason sabe que existe algo de muito errado dentro da Tradstone, e embora não consiga se lembrar exatamente o que é, sabe que tem que fugir de tudo e de todos: qualquer um pode ser um inimigo.
Se no filme as cenas de ação são eletrizantes, no livro são simplesmente de tirar o fôlego: Jason Bourne é muito mais letal. O suspense que envolve as tramas de espionagem são espetaculares. E esse é o ritmo, do começo ao fim, que o autor nos leva nessa jornada pela vida e pela memória de Bourne!

2 - A Supremacia Bourne - Robert Ludlum
Filme: A Supremacia Bourne (2004)

Aqui a trama começa nos contando como está o mundo de Jason. Sua memória, parcialmente recuperada, lhe causa problemas de todos os tipos; mas ele persiste em tentar viver o mais normalmente possível, e se isola da Tradstone e dos chefes em Washington. Redescoberta a sua verdadeira identidade, ele busca mais do que tudo deixar a vida de assassino treinado para trás, com o auxílio do seu antigo psiquiatra na Tradstone e de sua esposa, Marie.
Tudo ia bem até que um dia a esposa de Jason foi sequestrada e ele está sendo acusado de um crime que não cometeu, um crime que pode levar a China para a Guerra Civil. Ainda ferido, com lapsos de memória, Jason vai ter que retomar a identidade que tanto lutou para abandonar, enfrentando não só o maior assassino profissional do mundo e seu maior inimigo, o Chacal; como também a própria Tradstone, para salvar sua vida e da mulher que ama.
Fica claro desde o início que Jason está sofrendo de estresse pós traumático grave, e é agoniante e ao mesmo tempo fascinante como o autor nos leva a sofrer junto com ele. Achei esse livro ainda mais emocionante que o primeiro!
Aqui as diferenças entre o filme ficam ainda mais evidentes, já que no livro, Maire tem um papel fundamental no desenrolar da trama, auxiliando Jason e fazendo investigações próprias para descobrir por que a Tradstone o quer tanto de volta a ativa. A abordagem do filme é excelente, mas é inegável que no livro, Marie dá a dramatização da narrativa que torna o enredo ainda mais viciante!

3 - O Ultimato Bourne - Robert Ludlum
Filme: O Ultimato Bourne (2007)

A única coincidência aqui é que tanto o filme quanto o livro são os melhores da trilogia. O livro, especificamente, me fez ficar acordada a noite inteira lendo, porque eu simplesmente não conseguia parar de ler. O Chacal finalmente descobre a verdadeira identidade de Bourne, e tem todos os meios para matá-lo. Jason ainda se recupera mental e fisicamente do último combate, mas mais uma vez é arrastado de volta a vida de assassino treinado; porque sabe que essa é a luta final e dela apenas um dele sairá vivo. O autor explora todas as bordas das história, aumentando o clímax ao máximo, e finaliza não deixando absolutamente nada a desejar. Um dos meus maiores medos era o final, como seria possível fechar uma trama tão complexa?! Mas Robert Ludlum usou com maestria o suspense dos leitores. Espetacular!
Já no filme, Bourne está farto de ser caçado pela Tradstone por ser considerado uma ameaça, e busca as respostas no seu passado. Quais são os segredos que a Tradstone tem tanto medo que ele revele?!
Em suas pesquisas, descobre um repórter em Londres que sabe de uma operação secreta do governo americano, chamada Blackbriar, um dos poucos nomes que ele se lembra do seu tempo na Tradstone. Bourne procura esse repórter e no encontro, ele descobre que as informações do repórter são verdadeiras: quem, dentro da Tradstone, estaria repassando essas informações? Ele sai em busca de respostas enquanto também procura sobre seu passado, e quando essas linhas de investigação se cruzam, tudo finalmente começa a fazer sentido. A nota alta no IMDb não deixa dúvidas: é um filme que faz jus a um personagem tão incrível quanto Jason Bourne e encerra a trilogia com chave de ouro!

Acho que depois de tudo isso, nem precisa dizer que tantos os livros quanto os filmes estão entre os meus preferidos da vida, né? Hahaha. Super indicado para quem gosta de mistério, suspense, espionagem e muita ação!
Bjos & Até Mais ;)

Ser atacado por um cara com uma faca e lutar de 
volta com uma caneta: quem nunca?
Hahahaha #BourneÉOCara