quarta-feira, 18 de novembro de 2015

TBR de Novembro

Bom dia, meus queridos! 
Como vocês estão nessa maravilhosa semana curtinha, com direito a feriado na sexta-feira? Espero que estejam tendo uma semana maravilhosa!
Hoje vim compartilhar com vocês a minha lista de leitura para novembro!
Outubro foi um mês de boas leituras, mas na última semana tive um problema sério com ressaca literária (o tão temido reading slump que todos nós odiamos) e foi um processo um tanto complexo escolher os livros desse mês... Algo capaz de prender minha atenção de leitura, de escrita fluida e um bom enredo... Mas, acho que consegui escolher bem! Vem comigo que eu te conto! ;)
Estive consultando bastante meus livros no Goodreads e confesso, me entristeci um pouco com a quantidade de livros que estão lá, e mais ainda pela quantidade de livros que ainda não estão lá... Hahaha. Tenho títulos na lista de to-be-read há mais de dois anos! Com certeza isso merece uma atenção melhor e pretendo me focar nesses livros no ano que vem, mas por agora, escolhi dessa lista muitas leituras desejadas a muito tempo. Essa antiga vontade é o impulso que eu estava precisando para superar a pausa não intencionada nas leituras e, felizmente, já posso afirmar que deu super certo!
Sem mais delongas, vamos aos livros!

Um dos mais antigos livros para ser lidos da minha lista de desejados, absolutamente graças ao filme, que vi primeiro. Para aumentar ainda mais a motivação para a leitura, me deparei com um exemplar exatamente como esse em minhas visitas à seção de livros de um supermercado e claro, tive que levá-lo!
As expectativas não poderiam ser mais altas. Escolhido como "melhor livro do ano" pelo Washington Post e um dos melhores livros do gênero noir, Drive já começa encantado pela capa: um daqueles raros momentos em que a capa com o poster do filme é na verdade mais legal do que a capa original (se não acreditam em mim, é só clicar aqui e conferir).
Outro fator que eleva as expectativas às alturas é o filme, que é um dos melhores que eu já vi e um dos meus favoritos da vida. É muita emoção! 
Um enredo que te cativa mesmo quando você não é fã do gênero é um incentivo e tanto para se recuperar da ressaca literária, vocês não acham?

Se existe uma coisa que me deixa fascinada é a metalinguagem, quando uma coisa te leva a outra coisa e assim por diante. E foi graças a metalinguagem que esse livro veio parar na minha lista de leitura!
Através do desafio Livros & Filmes, tenho descoberto - e me apaixonado - por muitos filmes antigos, e passeando pelo IMDb me deparei com a página do filme Horizonte Perdido, de 1937. Claro que tinha que saber tudo sobre ele!
Rapidamente descobri que o livro é baseado em um clássico do autor James Hilton, e em uma das visitas ao sebo amigo, não é que me deparei com essa lindeza?
Acho que não preciso dizer mais nada: no mesmo momento o livro passou para a minha lista de livros para ler em novembro. Expectativas nas alturas e muita ansiedade para finalmente assistir o filme! Vocês podem assistir o trailer nesse link e se contagiarem com a nostalgia dele também.

Um dos títulos mais antigos - e mais desejados - da minha lista de livros para ler, especialmente desde o lançamento do filme e depois de tantas resenhas positivas. Aproveitando para preencher a vaga de "leituras em inglês" na TBR do mês!
Evitar spoilers desse livro por tanto tempo foi uma verdadeira batalha, mas eu me esforcei (nem assisti o trailer do filme, para não correr o risco! Hahaha) e venci! Yaay!
Porém, se existe algo que eu sei sobre esse livro é o tema: o ataque terrorista ao World Trade Center, em 11/09/2001. E não importa a nacionalidade, esse acontecimento abala todos nós e nos influencia ainda hoje, de muitas maneiras. Esse, inclusive, é um dos motivos pelos quais venho adianto a leitura a tanto tempo, já espero um turbilhão de emoções e sentimentos...
Mesmo totalmente escuro sobre o enredo, acho que posso me arriscar a dizer que esse livro tem grandes chances de se tornar um favorito!

Essa é a escolha do mês do Reading Challenge, porque leio pouquíssimas peças e pensei que, já que teria que escolher, o melhor seria apostar num clássico e me jogar na leitura!
A linguagem de Shakespeare não é extremamente apelativa ao meu coração, mas algumas obras estão na minha lista de desejadas e essa é uma delas.
Dos muitos clássicos que quero ler, estou seriamente atrasada com Shakespeare. O único livro do autor que já li foi Romeu & Julieta, e não foi uma das melhores leituras - já contei tudo para vocês no TOP 5 Releituras Necessárias. Espero ter mais chance com Sonho de Uma Noite de Verão!
Peças são um estilo literário completamente diferente, que exigem mais do leitor e abordam a história de uma forma mais "visual". Normalmente, torna a leitura um pouco confusa e eu sempre levo mais tempo do que o normal para finalizá-la. Esse também é mais um motivo que me fez escolher Shakespeare: tudo indica que são histórias que valem a pena serem lidas devagarzinho e saboreadas!


Doze Anos de Escravidão foi a escolha do mês do Clube Literário virtual que participo, o Literary Hurricane. Um dos dez mais antigos desde que iniciei a contagem das minhas leituras no Goodreads, esse livro tem a mais alta expectativa do mês, e claro, graças ao filme espetacular de 2013.
Quando assisti ao filme, já sabia que existia o livro, mas simplesmente não consegui esperar. Vocês podem assistir o trailer legendado nesse link e descobrir porque, caso ainda não tenham visto.
Ainda me atinge profundamente saber que a história de Solomon Northup é baseada em fatos e não apenas um scrip cheio de imaginação para um filme de sucesso. O filme me fez chorar muitas e muitas vezes, nem quero imaginar quantas emoções a leitura irá me trazer, mas como toda leitora, espero ser mais envolvida pela história escrita.
O livro foi minha sugestão e espero que todos os furacõezinhos amem a história, e eu também! O que posso dizer é que é maravilhoso finalmente fazer a leitura e que pretendo rever o filme assim que terminá-la.

A última escolha do mês é especialmente para o desafio Livros & Filmes. Espero que vocês não me odeiem, mas o fato é que eu nunca vi o filme "Um Sonho de Liberdade", de 1994, que por acaso é o filme de maior nota no IMDb: 9,3.
O filme é baseado em um dos contos no livro Quatro Estações, "A Primavera Eterna". No total são quatro contos, e apenas um deles não foi adaptado para o cinema, "Inverno no Clube". O conto "Outono da Inocência" foi adaptado para o cinema em  1986, no filme "Conta Comigo" (nota 8,1 no IMDb) e "Verão da Corrupção" foi adaptado em 1998, em "O Aprendiz" (nota 6,7 no IMDb). Os elencos desses filmes contam com estrelas como Ian McKellen, Joshua Jackson, Wil Wheaton e o River Phoenix - momento metalinguagem - o ator que citei na resenha do livro Carta de Amor aos Mortos. Nem preciso dizer que todos estão no desafio e que portanto, serão vistos, certo? Se já assistiram, me contem tudo nos comentários, mas sem spoilers, por favor! Hahaha.



E essas são as escolhas de Novembro! Me desejem sorte, porque superar ressaca literária de Edgar Allan Poe não é nada fácil e os desafios são muuuitos! Espero conseguir pelo menos ler os livros citados e, já que sonhar não paga imposto, quem sabe mais um ou dois...
E vocês, o que estão planejando ler nesse mês? Já bateu aquele desespero "o-final-do-ano-está-chegando-e-eu-não-li-o-quanto-devia" ou os desafios estão em dia? Vamos bater um papo nos comentários!
Bjos & Até a Próxima ;)

Feeling: tenho que ler mais!!!
HAHAHA